As cem linguagens da Criança

A criança é feita
A
criança tem cem linguagens
Cem mãos cem pensamentos
Cem maneiras de pensar
De brincar e de falar
Cem sempre cem
Maneiras de ouvir
De surpreender de amar
Cem alegrias para cantar e perceber
Cem mundos para descobrir
Cem mundos para inventar
Cem mundos para sonhar.
A
criança tem
Cem linguagens
(e mais cem, cem, cem)
Mas roubam-lhe noventa e nove
Separam-lhe a cabeça do corpo
Dizem-lhe:
Para pensar sem mãos, para ouvir sem falar
Para compreender sem alegria
Para amar e para se admirar só no Natal e na Páscoa.
Dizem-lhe:
Para descobrir o mundo que já existe.
E de cem roubam-lhe noventa e nove.
Dizem-lhe:
Que o jogo e o trabalho, a realidade e a fantasia
A ciência e a imaginação
O céu e a terra, a razão e o sonho
São coisas que não estão bem juntas
Ou seja, dizem-lhe que os cem não existem.
E a
criança por sua vez repete: os cem existem!

Loris Malaguzzi (1996)

Educar é Tudo!

Olá Pessoal,

Estou postando alguns slides construídos e apresentados ao longo do curso. Os slides podem ser vistos a seguir, caso vocês tenham algum em seus arquivos favor postar, Beijos a todas!!!

Apresentação slide Fundamentos e Didática da Matemática I

Apresentação Seminário Pesquisa e Prática Pedagógica IV

Apresentação Trabalho Estudos da Sociedade na Educação Infantil

Seminário Pesquisa e Prática Pedagógica I

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

FUNDAMENTOS E DIDÁTICA DA MATEMÁTICA II







PLANO DE AULA
Atividades para depois da leitura de Camilão, o comilão


PARTE 1
PRÉ-LEITURA


Atividades anteriores à leitura
OBJETIVO: Ativação do conhecimento prévio

TEMPO ESTIMADO: 4 Aulas
CONTEUDO: Literatura e Matemática
TEMA TRANSVERSAL: Saúde

SUGESTÕES DE ATIVIDADES:


  • LÍNGUA PORTUGUESA
Atividade 1: O personagem que eu escolheria
a) Na roda de histórias, iniciar a conversa com algumas perguntas:
Como era Camilão? O que ele gostava de fazer? Como ele conseguia comida? Vocês repararam que a autora escolheu um nome que tem o "jeitão" do personagem?

b) Comentar sobre os vários significados e sonoridade das palavras, referente às seguintes ligações: Camilo — Camilão — comilão — porco — comida — gula.

c) Sugerir que criem nomes que tenham ligações com o jeito do personagem. Que nome você daria para um personagem que fosse dorminhoco e preguiçoso? Que palavras combinam com "preguiça"? Por exemplo: sono, rede, canção de ninar.
Criar um nome para um personagem que fosse muito agitado e rápido? Que palavras combinam com "agitação"? Por exemplo: correr, pular, dançar etc.

d) Distribuir folhas de sulfite e canetas hidrocor para as crianças desenharem e escreverem os nomes dos personagens. Depois, cada aluno mostra o personagem e o nome que criou para ele.

e) Organizar um mural, "O nome e o jeito do personagem", com os trabalhos dos alunos.

  • ARTES E CIÊNCIAS
Atividade 2: Aprendendo a fazer associações

a) Além do Camilão, os outros personagens da história também são bichos.
Instigar as crianças a apreciar as ligações que podem ser feitas entre os bichos e as situações da história:
— Qual é o bicho que dá queijo e leite para Camilão?
(A vaca.)
— Que nome ela tem?
(Mimosa.)
— Por que a autora escolheu a vaca para dar leite e queijo para Camilão?
(Porque leite e queijo são duas coisas que associamos à vaca.)
— Qual é o bicho que dá milho para Camilão?
(A galinha.)
— Que nome ela tem?
(Quiqui.)
— Por que a autora escolheu uma galinha para dar milho para Camilão e não um cachorro, por exemplo?
(Porque as galinhas comem milho.)
— Qual é o bicho que dá mel para Camilão?
(A abelha.)
— Que nome ele tem?
(Zizi.)
— Por que a autora escolheu uma abelha para dar mel para o Camilão?
(Porque as abelhas produzem mel.)

b) Mostrar as ligações que há entre os nomes de alguns personagens e o som que eles fazem. Por exemplo: Zizi, o nome da abelha, lembra o som que esse animal faz: zzzz.

c) Distribuir uma folha de sulfite para cada criança. Propor para a classe desenhar um bicho (que seja diferente dos que aparecem na história) e a comida que ele vai dar para o Camilão. Criar e escrever um nome para ele.

d) Incentivar as crianças a estabelecer uma ligação entre o bicho, a comida que ele dá e o nome que ele tem. Por exemplo: a gata Mimi deu onze sardinhas para o Camilão; ou o tamanduá Tatá deu doze formigas para o Camilão. Pedir para todos desenharem e depois apresentarem suas criações para a turma.

  • MATEMÁTICA
Atividade 3: Brincando com o conceito de "história cumulativa"

a) Dividir o grupo em equipes.
Propor aos grupos que façam pesquisa sobre alimentos saudáveis e não saudáveis. Sugerir que elas procurem em revistas, encarte de mercado, separando os alimentos que elas julguem ser saudáveis e os que não são saudáveis.

b) incentivar as crianças a expressarem suas idéias e assim registrá-las graficamente de forma espontânea.

PARTE 2
LEITURA-DESCOBERTA


Atividades durante a leitura
OBJETIVOS:

Construir o conceito de cada uma das quatro operações matemáticas.
Trabalhar a resolução de problemas

SUGESTÕES DE ATIVIDADES

Atividade 1- Identificar atividades de construção de raciocínio matemático que possam utilizar conteúdos referentes a frutas, legumes e verduras contidas no texto.
a) Lançar a pergunta: De todos esses alimentos que Camilão levou para comer, qual que vocês mais gostam? Propor a construção de um gráfico com as frutas e legumes mais escolhidos pelas crianças.

b) Explorar cálculo mental: Jogo A Soma é...
Fazer fichas (com contas diferentes) em 2 folhas de sulfite e dividir a sala em dois grandes grupos, a disputa é sobre qual equipe termina primeiro, prestando muita atenção para que as adições estejam corretas.
Usar também nesta atividade, material concreto (fichas com desenhos das frutas e legumes e verduras descritas no texto) para auxiliar na contagem da parcela que está faltando.

Atividade 2- Ler e interpretar problemas envolvendo as quatro operações. Incentivar os alunos a discutirem sobre as estratégias usadas para chegarem aos resultados e investigar o tipo de operação trabalhada.

a) Camilão ao se despedir da abelha Zizi, saiu em disparada montando sua bicicleta, vindo a cair logo adiante. Na sua cesta tinham 1 melancia, 2 abóboras, 3 queijos, quatro litros de leite, 5 espigas de milho, seis bananas e sete potes de mel. Ao cair, sua cesta foi junto e de dentro saiu rolando pelo caminho 1 abóbora, 3 espigas de milho, e 2 potes de mel que se espatifou no meio do caminho. Ao recuperar a cesta, ele ficou triste por ter perdido as comidas. Agora responda: quantas abóboras ainda restaram na cesta? Quantas espigas de milho sobraram? Quantos potes de mel Camilão conseguiu salvar?
b) Sr. Coelho Orelhudo presenteou Camilão com 8 alfaces e 9 cenouras. Camilão não percebeu, mas, conversa vai, conversa vem, ao ir embora acabou esquecendo 3 alfaces e 4 cenouras. Quantas alfaces e cenouras ele conseguiu levar?
c) Camilão todo feliz da vida, ia para casa com sua cesta abarrotada de comida. Na cesta, 2 abóboras, 5 espigas de milho e 6 bananas. No caminho encontrou o amigo esquilo que lhe deu de presente 10 avelãs. Qual o total de comida havia dentro da cesta de Camilão?
d) Camilão vai receber 12 pessoas dentre os amigos e parentes dos amigos para sua festa de comilança, e quer oferecer um copo de leite para cada uma. Ele sabe que cada litro serve 3 copos. Quantos litros de leite ele terá que comprar já que dos 4 litros recebidos da vaca Mimosa, ele já havia bebido 3 litros?
e) Para complementar a festa da comilança, Camilão encomendou 80 laranjas com sua amiga cobra e convidou 8 amigos para sua festa. Quantas laranjas cada amigo chupou?

Atividade 3- Elaborar problemas utilizando situações cotidianas.
Criar uma situação, onde os alunos possam comparar preços durante as compras de frutas, verduras e legumes nos mercados inventados por eles. Fazer as contas para saber o total de gastos em cada um dos mercados e colocar num gráfico em qual gastariam mais e em qual gastaria menos?
a) Solicitar aos alunos que tragam de casa folhetos de propaganda, revistas ou jornais que contenham fotos ilustrativas de frutas, verduras e legumes, de preferência com preços. Recolher e juntar os folhetos para a realização da atividade. Organizar a sala de forma a serem formadas duplas.
b) Distribuir o material para as diversas duplas e dar um tempo para que manipulem e explorem o material.
c) Propor aos alunos que escolham quatro tipos de alimentos com os respectivos preços contidos em cada folheto de mercados diferentes. Pedir que recortem e armem no caderno o valor de cada item escolhido com seus respectivos preços. Em seguida fazer a conta dos gastos e verificar em qual mercado gastarão menos.
d) Feitas as contas, colocar os valores num gráfico para comparar o preço total gastos em cada mercado.
e) Propor aos alunos a confecção de um livro com o título: Os problemas do 2º ano. O livro pode ser corrigido, ilustrado, encadernado e trocado com as outras classes, promovendo a integração entre as turmas.
Material Necessário: Folhas de papel sulfite, piloto, recortes de encartes de revistas e jornais.

Avaliação: Observação e registro durante todo o processo de trabalho. Auto-avaliação. Fazer questionamentos aos alunos à medida que o trabalho avança, observando o nível de compreensão de cada criança. Também levar em conta a participação do aluno e seu desenvolvimento durante a resolução dos problemas, bem como sua atitude durante a leitura dos livros.


Referências:

MACHADO, ANA MARIA- Camilão, o comilão- Editora Moderna.
MORI, Iracema- Novo Viver e Aprender – 1º ao 5º ano- Editora Saraiva



"O primeiro requisito para uma exploração de matemática a partir de um livro de histórias é que as crianças gostem e se envolvam com ele, com os personagens, etc. O ideal não é explorar um livro a semana toda, mas aos poucos, com emoção, expectativa, problematizações especialmente preparadas para isso."
Kátia Stocco Smole

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário